sábado, 30 de janeiro de 2010

Separados pelo destino 2°Cap.

-A segunda é que vocês terrão uma aluna nova na sala de vocês.
Aquilo foi incrível, os garotos festejavam em quando as garotas cochichavam.
A diretora foi até a porta e disse: Stefani ente.
Quando ela entrou, todos estavam olhando, inclusive eu, mas vou confessa que patricinhas arrogantes não faziam o meu tipo, e era isso que ela era. Garota perfeita para qualquer garoto daquela sala, mas não pra mim, não me senti seduzido como todos se sentiram, vi que pra ela aquele ambiente não era muito agradável, e que as pessoas não faziam seu “tipo”, eu pouco me importei com ela, na verdade odeio esse tipo de garota.
Sabe quando duas pessoas se olham e se odeiam? Pois é foi isso que aconteceu
Eu era o tipo certo de garoto errado, de todas as vezes que a diretora entrava na sala, 80% eram pra me chamar pra conversar, e ela? Bem, ela era marrenta, metida e patricinha, tudo o que eu mais odiava em uma garota ela tinha.
A semana passou voando, e pra estrear as aulas de biologia com a nova professora, um trabalho bem generoso em grupo, ela sorteou os grupos, e adivinha? A patricinha e o brigão juntos no mesmo grupo. Logo percebi que ela não gostou muito, e eu, odiei a ideia, mas enfim estava feito, a gente mal tinha sentado em grupo e já veio à primeira briga ela era insuportável, queria demonstrar o que não era. Ela olhou pra professora e disse:
- Não tem como me trocar de grupo?
- Por quê? Respondeu a professora.
- Esse garoto é um idiota e imbecil!
Ela fez de conta que nem ouviu o que Stefani falou.
Deixamos-la resmungando sozinha e continuamos o trabalho.
Eu agora queria mostrar pra ela quem eu era, e que podia fazer um trabalho melhor que qualquer um naquela sala. Aquele desentendimento virava agora disputa, disputa de espaço e de amigos, ela se mostrou melhor do que se imaginava, conversava com todos, mas parecia me odiar, assim como eu não gostava dela também.
Completa hoje três meses de aulas, a gente não troca se quer um "Oi", e quando nos falamos é pra brigar, agora das 10 vezes que a diretora vem me chamar 8 são por termos brigado. Eu não a suporto, penso agora em trocar de sala (...) Continua no próximo post

PS.: E ai gostaram? acham que ele vai trocar de sala? ou ele não deve trocar de sala? comentem..