segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Separados pelo destino 4°Cap.

mas não deu, meu coração falou mais alto, e fui até lá conversar com ela. Era nossa primeira conversa, como amigos, perguntei o motivo por tanto choro

- olha isso Diogo, meu trabalho ta todo molhado.

- mas fala com a professora, ela vai entender.

- até parece que você não conhece ela,

É verdade, eu sabia que não iria aceitar o trabalho dela.

Então me veio algo nunca pensado na minha cabeça, eu olhei pra Stefani e disse.

- Você tem uma caneta ai?

- Sim. Ela me disse

- Então me empresta.

- Esta bem.

Peguei a caneta e coloquei o nome dela no trabalho. Afinal era, em dupla, mas eu tinha feito sozinho. Stefani me olhou como nunca tinha me olhado antes.

- porque você fez isso? Não gosta de mim

Olho no olho eu disse.

- Quer saber, eu não gosto mesmo de você, eu to apaixonado por você.

Minhas pernas tremiam, minhas mãos soavam e meu coração, batia tanto

- Diogo! Ao dizer meu nome ela abaixou a cabeça

- Eu também

- Eu também o que Stefani?

- Eu também to apaixonada por você, pronto falei

Meu mundo explodia de alegria nesse momento, acho que a ultima vez que senti isso foi quando ganhei meu primeiro skate os meus 12 anos.

Como que em um impulso a gente se beijou, foi algo maravilhoso. Na minha cabeça tocava aquela musica do

Chris Brown, With You

I need you boo, (oh) Eu preciso de você, amor

I gotta see you boo (hey) Eu tenho que te ver,amor

And there're hearts all over the world tonight, ha corações espalhados pelo mundo hoje a noite



Será que começava aqui aquela historia de amor que eu tanto sonhava? (...)

Continua no próximo post!


PS.: e então gostaram? o que acham que vai acontecer agora? COMETEM!

Beeijos :D