quarta-feira, 17 de março de 2010

Amar sem nunca ter beijado 7°cap.

- Primo, a Jú falou que você ta lindo.
- Nossa e ela? Ta linda também. – Respondi já com um sorriso que se abriu em meu rosto.
- Sim, e ela me disse também que a maior vontade dela ontem era de pular em seus braços.
            Sabe, é estranho, esse amor todo nosso, a gente nunca se beijou, apenas conversamos.
           
            Mas como da outra vez, os vinte dias ali passaram rápidos, agora estava indo embora, e ela também, mas desta vez eu ia um pouco mais feliz, mesmo ainda a gente não ter se beijado, desta vez eu disse o quanto á amava e o quanto á distancia me machucava. Eu vim pra casa, com a expectativa de voltar de novo.
Ao chegar em casa eu me dei conta que fiquei vinte dias fora e não liguei pra Jé nem um dia. Foi como se uma coisa puxa-se a outra, eu pensando nisso, e o telefone toca.
- Alô – disse ao atender o telefone.
 - Hein! Ta vivo ainda? Uma voz triste e brava ao mesmo tempo do outro lado respondeu. Era a Jê. E ainda me disse:
- Pra quem prometeu ligar todos os dias, vinte dias é bastante sem ligar né?
            O pior é que ela estava certa, a companhia da Jú me fez esquecer o tempo e me fez esquecer tudo, inclusive ela.
- Pois bem, achou outra melhor lá? Disse-me já chorando.
- Não, não foi isso.  – Respondi meio que gaguejando.
- Então me conta. .. Continua no próximo post.


PS1.: E ai, será que ele conta ou não conta a verdade? E o que será que vai acontecer? COMENTEM

PS2.: Não tem PS2 hoje haha, brincadeira aquele beijo e me segue no Twitter @garotosamam